O Instagram é uma rede social com mais de 500 milhões de usuários no mundo e está entre os apps mais baixados nos últimos anos em smartphones. O Brasil está entre os 5 países que mais usam a rede social, a qual possui um engajamento até 15 vezes maior que no Facebook.

As imagens e vídeos são o grande sucesso do Instagram, que permite a marcação de amigos nas fotos, a edição de imagens (filtros, molduras, etc.), a inclusão de legendas, envio de mensagens, curtidas, comentários e muita interatividade.

Além disso, o Instagram também permite a criação de hashtags, que são formas de categorizar seu conteúdo de acordo algumas palavras-chaves.

Cada hashtag é transformada em um hyperlink que vai direcionar as pessoas interessadas, que fizeram algum tipo de pesquisa com aquela palavra, até o seu conteúdo postado.

Há algum tempo o Instagram já deixou de ser apenas um rede para seguir seus amigos e hoje também é usado para seguir suas marcas e personalidades favoritas.

Tornou-se uma ponte de contato entre o público e a empresa, além de permitir a humanização da marca, gerar engajamento, reconhecimento e relacionamento entre empresa e consumidor.

O público do Instagram está bem equilibrado entre o sexo masculino (51%) e feminino (49%) e a grande maioria dos usuários (41%) possui uma faixa etária de 16 a 24 anos.

Dicas para usar o Instagram na sua estratégia de marketing

Podemos partir do princípio de que imagem é tudo! Quem quer construir marca e se relacionar com o público de maneira eficaz no Instagram, precisa estar atento as imagens que publica e principalmente à qualidade destas imagens.

A plataforma tem um apelo bastante visual, mas antes de sair publicando suas fotos no perfil da empresa, é preciso entender qual é o perfil do seu público, qual o estilo de vida, hábitos e costumes destes usuários. Onde eles estão? O que gostam de ver/fazer? Que lugares frequentam?

Entendida essa parte, a construção de conteúdo para essa rede já fica mais fácil.

O segundo passo é entender que o Instagram é uma rede onde o inusitado, o bonito, o bem produzido e espontâneo é o que mais chama a atenção. Claro que, tudo dentro do posicionamento da empresa e do perfil de público.

Você pode ver alguns exemplos no Instagram da burnell, por exemplo, onde procuramos publicar imagens e legendas que façam sentido para o público que está em busca de marketing digital.

Descobrir o horário de pico que o seu público mais frequenta a rede também é importante. Vai fazer com que seu engajamento seja maior e suas publicações mais vistas.

Dados de mercado apontam que o pico em dias de semana está entre 17h e 18h e nos fins de semana entre 13h e 18h. Mas esses dados variam bastante conforme cada segmento de mercado. Um restaurante por exemplo pode ter seu horário de pico antes das 11h da manhã.

1. Planeje seu conteúdo com antecedência

Planejar seus conteúdos é um dos principais fatores de sucesso. Contar com a sorte nunca dá certo. Portanto, crie uma pauta para seu Instagram e coloque lá todos os conteúdos que serão postados. Planeje com pelo menos uma semana de antecedência.

Recomenda-se uma postagem por dia no feed. Claro que você pode postar mais, se o conteúdo for relevante para seu público. Só tome cuidado para não ficar chato.

No Stories, não há um limite de posts. Novamente, é importante que o conteúdo seja pertinente para o público.

Variar nas postagens também fundamental. Mostre seus produtos e serviços de forma criativa, usando os próprios recursos da plataforma como os filtros.

2. Utilize os recursos de forma inteligente

Hashtags: use com moderação

Colocar diversas hashtags em uma mesma foto, por exemplo, não deixa sua mensagem mais atraente e pode inclusive, ficar distante do público. De acordo com o próprio Instagram, o ideal para cada imagem é ter entre uma e três hashtags, sendo cinco um limite aceitável.

Essas hashtags também devem estar contextualizadas de acordo com a publicação (se você está lançando uma campanha por exemplo é interessante criar uma hashtag com o nome desta campanha).

Isso ajuda a empresa a ser referência no segmento e aumenta a interatividade entre os usuários e a marca de forma natural.

Filtros: quanto mais natural, melhor

Diversos estudos já apontaram que fotos naturais, sem os tais filtros do Instagram, performam melhor. Claro que você pode editar suas fotos antes de publicá-las – inclusive existem diversos aplicativos que fazem isso, como o VSCO e o Snapseed.

As fotos precisam transmitir verdade. Seja honesto com seu público.

Inclua informações de contato

O Instagram permite que você inclua site, telefone e endereço no perfil. Não deixe essas informações em branco. Se alguém precisar entrar em contato com você, ela terá ali todos os dados.

Outro ponto importante é manter os comentários abertos, tanto no feed quanto no Stories. Isso nos leva a mais uma dica.

3. Faça testes

Testar diferentes abordagens é essencial para atingir o sucesso. Dificilmente você atingirá o melhor resultado nas primeiras publicações.

Variar os conteúdos entre fotos, vídeos e gifs não só ajudam a aumentar o engajamento como também ajuda a entender que tipo de conteúdo gera maior resposta das pessoas.

4. Nunca deixe ninguém sem resposta

Por último, porém não menos importante: SEMPRE responda seus seguidores de uma forma rápida e simpática (o ideal é responder em menos de 30 min).

Seguindo estes simples passos, sua empresa tem tudo para construir um bom relacionamento com o seu cliente e aumentar as chances de fazer novos negócios futuramente.

Instagram para empresas

Devido ao grande crescimento de perfis empresariais dentro da plataforma, o Instagram criou alguns recursos especiais pra esse público, como o perfil comercial, onde a pessoa pode contatar sua empresa clicando no botão “contato” ou através de um hiperlink que você pode disponibilizar no seu perfil.

Criou também algumas métricas que podem mensurar não só número de curtidas, comentários e visualizações (chamadas métricas de vaidade), mas também o número de impressões (total de vezes que suas publicações foram vistas), alcance (número de contas que visualizaram), conversões (cliques no site), etc.

Os anúncios no aplicativo também foram incluídos e podem ser utilizados de uma forma que convide seus usuários a interagirem com as suas publicações (incluindo CTAs ou calls to action, que são botões que levam o usuário a tomar alguma ação).

Porém, todos esses recursos ainda são novos no Brasil e estão tomando forma agora. Se você se interessou e quiser saber mais sobre as novas funções do Instagram para empresas, pode ler mais na própria página da plataforma.

Posts relacionados