Depois de atender diversos profissionais da área, posso dizer que marketing para coaches pode ser desafiador para a maioria dos profissionais. Criar e demonstrar diferenciais para seu público-alvo é crucial para colher resultados. Por isso, o LinkedIn é uma excelente plataforma!

Numa rápida pesquisa por “coach” no LinkedIn, ele apresentou mais de um milhão e meio de profissionais que usam essa palavra em seu perfil. Um número bastante expressivo, não? No Brasil, são mais de 29 milhões de pessoas que usam a rede social todos os meses – número que só cresce!

Destacar-se nesse cenário é um desafio mas também uma necessidade. Por quê? Alguns dados demonstram a importância do LinkedIn para fechar negócios:

  • Maior rede social de profissionais do mundo;
  • 94% dos profissionais B2B compartilham conteúdo no LinkedIn, contra 77% no Facebook;
  • 80% dos leads B2B obtidos em mídias sociais vêm do LinkedIn;
  • Para 91% dos executivos, o LinkedIn é o principal canal para se obter conteúdo de relevância profissional.

Independente da sua área como coach (seja focado em profissionais ou empresas), o LinkedIn pode ser uma ferramenta valiosa para obtenção de novos clientes.

Mas como fazer isso?

Comece otimizando seu perfil

linkedin-profile

Seu perfil é seu cartão de visitas na rede. Não pense nele como um currículo, mas como um perfil dinâmico que deve demonstrar quem você é e o que você faz. Ações falam mais do que palavras.

Algumas dicas práticas de otimização:

1. Tenha uma boa foto de perfil: ele deve ser condizente com sua profissão e seu ambiente de trabalho. Nada de fotos na balada ou em situações muito pessoais.

2. Escreva uma boa chamada: no lugar onde você pode escrever seu cargo atual, descreva rapidamente o que você faz.

3. Escreva um bom resumo: o resumo é a segunda informação que aparece no seu perfil. Segundo dados do LinkedIn, perfis com resumos recebem 7x mais visualizações. Seja conciso e demonstre resultados.

4. Descreva suas experiências: descrever sua experiência e mostrar os resultados obtidos em cada uma delas torna seu perfil muito mais atraente.

5. Trabalho voluntário: membros que possuem trabalhos voluntários em seus perfis recebem 6x mais visualizações.

6. Solicite depoimentos: que tal entrar em contato com antigos clientes e pedir que eles escrevam uma recomendação? A chamada prova social tem um grande valor.

Depois de otimizar seu perfil, é hora de ganhar relevância na rede publicando conteúdos interessantes.

Publicando conteúdos e ganhando audiência

Essa é a chave do sucesso no LinkedIn. Ter um bom perfil é essencial mas não é suficiente. O que você publica é o que o torna relevante na rede. Como e o que publicar?

  • Atualizações de status: funciona muito parecido com o Facebook. O LinkedIn permite atualizações com texto, imagem e link. Fazer perguntas, instigar sua audiência, publicar conteúdos próprios e links externos são alguns dos formatos indicados;
  • LinkedIn Pulse: é a plataforma de artigos do LinkedIn. Funciona de forma semelhante a um blog. A diferença é que todos na sua rede são impactados com seus textos, aumentando a chance dele ser visto. Compartilhe esses textos em seus outros canais, como Twitter e Facebook;
  • Faça apresentações: usando o Slideshare, que pertence ao LinkedIn, hospede apresentações em PDF ou PPT. Você pode usar aqueles conteúdos que já possui, como um treinamento, um estudo de caso ou até mesmo ebooks. Esses conteúdos aparecem em destaque no seu perfil;
  • Participe de grupos e interaja nas publicações de outros usuários: além de publicar conteúdos em seu perfil, interagir com outras pessoas e grupos aumenta a força da sua marca pessoal.

Dica bônus: avalie sua força

Depois de fazer tudo isso, que tal avaliar de maneira prática se seus esforços estão sendo relevantes? O LinkedIn disponibiliza gratuitamente uma ferramenta para isso, chamada de Social Selling Index (SSI).

social-selling-index

O que ela mede? O índice é baseado em quatro pilares: marca profissional; encontrar as pessoas certas; interação e engajamento; construção de relacionamentos.

De forma resumida, esses quatro pilares medem:

Marca profissional: mede a eficácia do seu perfil e da qualidade das suas publicações;

Encontrar as pessoas certas: encontrar conexões relevantes através da busca avançada do LinkedIn;

Interação e engajamento: ofereça conteúdos relevantes para suas conexões, inclusive através do LinkedIn Pulse;

Construção de relacionamentos: conecte-se com seus prospects, apresentando-se ao solicitar uma conexão. Conectar-se com tomadores de decisão, como diretores e CEOs, aumenta sua relevância.

Se quiser saber mais sobre esses quatro pilares, veja esse hotsite especial do LinkedIn.

cta-marketing-digital-coaches-post-blog