Branding é uma palavra muito usada no mercado de comunicação. A pronúncia pode ser um pouco difícil, mas o conceito é mais simples!

Primeiro é importante lembrar que o conceito de Branding é diferente de Marca.

Marca é um conjunto percepções intangíveis e tangíveis (porém, mais intangíveis) que identificam uma empresa. Pode englobar: diferenciais, grafismos, símbolos, sons, cheiros, o próprio nome da empresa, cultura, atributos e benefícios do produto/serviço que a empresa vende.

Já o Branding é bem mais abrangente. Aqui d=na burnell explicamos o Branding como construção de marcas com propósito. É um projeto integral que visa alcançar uma posição única na mente e no coração do consumidor.

De uma forma mais completa, o Branding abrange todas as estratégias que uma marca precisa para se fortalecer no mercado: nome, identidade visual (cores, fontes que a marca utiliza), logotipo, posicionamento, proposta de valor, missão, visão, diferenciais e, principalmente, como a marca vai se comunicar com seus diversos públicos (stakeholders).

O Branding é essencial para o crescimento e aproximação da empresa com o consumidor, pois é pensado especialmente para o público que vai consumir seu produto/serviço. Ele também ajuda na fidelização deste com a marca, o que, nos dias atuais é o que mais tem sido levado em consideração.

Sem o Branding, a empresa pode se perder em conceitos e seguir caminhos diferentes em suas estratégias, o que, para o mercado é bem ruim, já que esperamos que o consumidor lembre da sua marca.

E, para ser lembrado, nada melhor que um Branding bem construído e pensado, para que fique na memória de quem vai levar sua marca no coração e, se for muito bem trabalhado junto a equipe da empresa, vai ser defensor da sua marca também!