Um dos maiores desafios das empresas é como fazer a divulgação dos seus serviços e produtos e aplicar estratégias de marketing de uma forma eficiente nas suas empresas.

Isso não é somente um desafio das pequenas, mas também das médias e, muitas vezes, mesmo que em menor grau, das grandes empresas.

O mundo do marketing ainda é muito desconhecido e desvalorizado: por experiência, já ouvi muita gente dizer “eu mesmo faço isso” ou “meus concorrentes não fazem, porque eu deveria?” ou ainda “no meio da crise, ninguém está investindo nisso, porque não é importante”.

Outro problema encontrado é que o primeiro a ser cortado dos investimento, em meio a crise, infelizmente, é o marketing, quando deveria ser o que mais recebe investimento – já que seus concorrentes estarão partindo para a mesma estratégia, você tem a chance de conquistar os clientes deles.

Também temos as empresas que conhecem a importância, mas não fazem ideia de como começar ou, começam de uma forma equivocada, sem estratégias e sem profissionais adequados para trazer resultados efetivos.

O fato é que, quem não é visto, não é lembrado e quem faz direito sai na frente, nesse mercado que ainda é muito imaturo com relação ao marketing.

Aqui na burnell sempre citamos um estudo feito por Chet Holmes, em que mostra que 90% dos possíveis clientes de qualquer empresa, não estão interessados no seu produto/serviço ou ainda nem sabem que existe, pra que serve ou porque precisam. Apenas 10% estariam dispostos a escutar e, dentro disso, apenas 3% estariam no momento da compra.

piramide-chet-holmes

Com esse estudo e com as nossas percepções de mercado, podemos ter certeza que há muito chão pela frente, para a conquista de novos clientes para as empresas. O importante é estar disposto a investir nessa área e saber que isso pode trazer muitos resultados positivos para o seu negócio.

Há várias formas de investimento em marketing, você pode contratar um profissional pra isso ou, se preferir (e também uma forma que pode render mais, por contar com uma equipe inteira focada) pode contratar uma agência especializada.

Esse é um dos pilares do marketing, o P de Promoção, segundo Philip Kotler (como sua empresa vai comunicar, qual a mensagem vai passar para seu consumidor), mas você também precisa estar atento aos outros 3 P’s: Preço, Praça, Produto – ou chamados também de Mix de Marketing ou Composto de Marketing (4 P’s).

Preço é o valor que será cobrado pela solução que você está oferecendo. Aqui podemos levar em consideração os valores da concorrência, quanto você acha que seu público pagaria por essa solução, o preço mínimo e o preço máximo, etc.

Praça são os canais que seu cliente pode chegar até você e como ele vai chegar até você. Onde você vai estar presente? Em quais locais vai oferecer seu produto/serviço? Onde seu público quer que você esteja?

Produto são os produtos e serviços que sua empresa irá oferecer, com atributos tangíveis e intangíveis, sempre levando em consideração o que o público gosta, como cores, informações, tamanho físico (se for um produto), etc.

Abaixo segue uma imagem para exemplificar melhor o que estamos falando:

Continuando com o P de Promoção, algumas empresas, nas quais o público alvo ainda é offline, sugerimos agências que façam esse papel. Mas, para a grande maioria, em que o público-alvo é totalmente online e começa suas compras com buscas na internet (Google especialmente), uma metodologia importante nesse processo – pois está de acordo com a jornada de compra e a mudança de comportamento do consumidor – é o Inbound Marketing, que pode mensurar todas as suas ações e trazer retorno sobre o seu investimento também.

Seja a forma que escolher, o importante é que você tenha uma estratégia bem definida, começando com um estudo de personas, mensurando suas ações e analisando o que precisa melhorar, sem ficar esperando a concorrência fazer alguma coisa para que você comece, ou achando que você mesmo pode fazer de qualquer jeito.

Conclusão

O marketing é uma ferramenta fundamental para seu negócio crescer – sem ele você demora muito mais e ainda corre o risco de perder parte da sua clientela para a concorrência. Claro que deve ser bem estudado de acordo com o seu segmento de mercado e público, pra ver a real necessidade e qual a melhor ação/estratégia a ser tomada!

E você? Já investe em marketing? Deixe seu comentário abaixo.

cta-o-que-inbound-marketing-post-blog-min