Nesse post farei um resumo RD Summit 2017, dos principais aprendizados que tirei no evento, pois não basta estar presente, é preciso disseminar conhecimento!

Esse ano a burnell esteve pela segunda vez consecutiva no maior evento de Marketing Digital da América Latina e foi incrível! Palestras com diversos temas, voltados a tecnologia, inbound marketing, customer success, gestão estratégica, desenvolvimento pessoal, conteúdo, agências, marketing e vendas.

Foram muitas folhas de anotações, mas vou tentar fazer um resumo RD Summit 2017 com os principais aprendizados, com frases mais impactantes. Pode ser que quem foi tenha muito mais e deixo aberto caso queiram compartilhar nos comentários também 🙂

Essas são as minhas anotações e interpretações de todas as palestras que participei! Espero ajudar nos processos, conceitos e atualizações.

Não é negociação é troca!

A primeira palestra no palco principal foi de Jacco Vanderkooij, da Califórnia. Ele falou sobre vendas, como chegar na real dor do cliente e como construir uma proposta que tenha valor tanto para agência quando para o cliente.

Ir na raiz da dor do cliente, ter em mente que tudo é uma troca e precisamos ser relevantes para chegarmos no  melhor momento de experiência do cliente.

Exemplo: Por que vender elevadores para bancos? Não é apenas pelos andares que o banco tem, mas sim, porque existe uma lei que diz que é preciso ter elevadores para garantir acessibilidade a todos (essa ideia tentei pegar por cima, para lembrar da dica, mas acredito que dê pra entender, certo? O foco é pensar um pouco mais além da dor “superficial” e ser realmente relevante pro seu cliente).

Encantar com naturalidade. Jacco fala que somos multiculturais e precisamos encontrar naturalidade na fala e ações para chegarmos no encantamento do cliente.

Além disso, defendeu a rigidez orçamentária, com relação a descontos: qual a troca que será feita?

E também em como podemos construir um mundo melhor com nossos serviços e produtos:

Como eu ajudo as pessoas? Por que ficariam melhor com a minha solução? Qual o propósito?

Sucesso do cliente envolve toda a empresa e os processos!

Lincoln Murphy trouxe a definição de Customer Success: é um mecanismo de crescimento, gestão de sucesso é o processo de mover o cliente para o resultado desejado, que está sempre em evolução!

E ainda frisou o cuidado que devemos ter em usar a palavra “felicidade” para definirmos sucesso. Felicidade é outra coisa, que não podemos envolver tão profundamente nesse processo.

Planejamento é a alma do negócio

Renan Dal Zotto, da seleção brasileira masculina de vôlei, deu um show de inspiração e motivação para os negócios.

Ele contou a sua trajetória e mostrou como o planejamento ajudou a seleção masculina de vôlei a alcançar os objetivos e chegar ao primeiro lugar no ranking das melhores seleções do mundo! Aliás, a seleção ocupa esse lugar há 13 anos. E tudo começou em 1980.

Basicamente mostrou como planejar e colocar em prática, treinar, treinar e treinar pode levar sua empresa a ter sucesso.

10 anos atrás a Nokia tinha 60% de share mundial de telefones celulares.

Um dos vídeos mais apresentados no RD Summit 2017, mostra o CEO da Nokia debochando do Iphone em 2007. Não precisamos contar como foi o final da história né?

Eric Santos, da Resultados digitais, deixa a lição: INOVE sempre! Olhe para o seu concorrente, olhe para os lados, olhe pra frente, veja o que está acontecendo e não pare nunca.

Segue o vídeo abaixo:

Construir CONFIANÇA

Ann Handley, de Boston, focou em empatia e experiência, falando que essas são as áreas mais importantes da comunicação para construir confiança.

Mais ou menos uma fórmula: Empatia + utilidade/relevância + experiência = confiança.

Além disso também comentou sobre histórias com valor, vender seu serviço construindo conteúdo que gera engajamento e valor. Inove, faça as mesmas coisas, mas de forma diferente!

Simplicidade e Transparência

Mikkel Svane da Zendesk, reforça o valor da simplicidade para comunicar com o cliente. Ele fala que relacionamento com o cliente é como relacionamento com parceiros e amigos, precisa ser simples e natural.

O cliente precisa ter acesso a informação e frisou a importância da transparência: os aplicativos e empresas que estão nascendo agora informam seus clientes de toda e qualquer atualização ou mudança, mostram processos. Transparência não é só falar a verdade, mas informar!

Sucesso do cliente envolve toda a empresa e processos

Lincoln Murphy trouxe a definição de Customer Success: é um mecanismo de crescimento, gestão de sucesso é o processo de mover o cliente para o resultado desejado, que está sempre em evolução!

E ainda frisou o cuidado que devemos ter em usar a palavra “felicidade” para definirmos sucesso. Felicidade é outra coisa que não podemos envolver tão profundamente nesse processo.

Crie neurônios

Martha Gabriel, como sempre, muito inspiradora e motiva todos a exercitar o cérebro para criar neurônios e diz: “quem tem as pernas mais firmes é mais inteligente”.

Fica a dica: faça exercícios físicos regularmente, tome café mas em doses pequenas e não depois das 16h, durma bem, DURMA BEM, medite, ligue o botão de foda-se, seja quem você quer ser!

Entre outras dicas, Martha também reforçou o quão importante é colocar sentimento no que você está vendendo.

Marketing Tradicional é burro

Avinash Kaushik, do Google, não poupa: o marketing tradicional não tem métricas e desperdiça o dinheiro das empresas. Além de seguir um padrão.

Ele deu um exemplo que acredito ficar mais fácil de refletir:

A mídia vende roupas de baixo masculinas para o público masculino (óbvio). Mas quem disse que todo homem quer isso? Ou, o que faz com que pensemos em uma linha de raciocínio apenas?

Daqui, eu mesma tirei um aprendizado: olhe para além do que a sociedade impõe ou para além daquilo que você acha que é certo.

Gere mais consciência

Na palestra de Veronica Ahrens, sobre PNL, os principais insights foram: gerar mais consciência, questionando valores, crenças, capacidades, comportamentos.

Nós usamos uma parte muito pequena da nossa consciência e quanto mais nos conhecemos, melhores ficamos no que fazemos.

Qual a interferência? O que está impedindo de fazer o negócio crescer? No que você realmente é bom? O que precisamos parar de fazer? E o que precisamos começar?

Perguntas para refletir!

Pessoas antes de processos

Martin Spier da Netflix, abriu os processos da empresa e mostrou como a Netflix inova em seus processos e da liberdade para seus colaboradores.

Em primeiro lugar eles dão atenção às pessoas antes dos processos. Explico: lá, se você estiver precisando de um computador, você simplesmente compra e pede reembolso. Não tem controle de custos, não precisa da aprovação prévia para você fazer essa compra.

Tudo é tratado com muita liberdade, você pode tirar férias quando bem entender. Em troca, você é responsável pelas suas atividades. A troca é: liberdade com responsabilidade. Para que tudo funcione direitinho todos precisam colaborar e seguir os valores e propósitos da empresa.

Time engajado, com liberdade e responsabilidade.

É uma cultura nova, mas provavelmente será o futuro de muitas empresas. Portanto, contrate talentos, dê liberdade mas peça responsabilidade. Tenha um propósito para engajar e, claro, pague bem, tenha uma política de crescimento  de salários dentro da empresa.

Diga mais sim

Marcio Ballas, apresentador, improvisador e palestrante reforça a importância de dizer mais sim, criando oportunidades na vida. E mostrou que todos somos criativos de diversas formas: resolvendo problemas, criando oportunidades, comunicando, desenhando, escrevendo, etc. Use a sua criatividade!

Ninguém mais quer ver seu comercial

Para encerrar esse evento maravilhoso, Marcos Piangers, especialista em inovação e um cara que admiro demais, pela forma como mistura profissão e leva sua vida pessoal.

Ele nos mostra, com o olhar das suas filhas que ainda são crianças, como serão os consumidores do futuro: eles não querem mais ser interrompidos, de nenhuma maneira.

Querem assistir seus programas na hora que bem entendem, ou seja, comerciais no youtube sobreviverão? Marketing Tradicional? Melhor repensar suas estratégias de divulgação, agora!

Conclusão

O futuro está aí, o digital cresce e revoluciona o mercado publicitário em todos os sentidos: na forma de segmentar, na forma de divulgar, nos processos dentro das agências, na construção de propósito, na forma de encantar o cliente, trazendo resultados e métricas.

Não posso deixar de falar o quanto a palavra amor foi citada em várias palestras. E isso é lindo de ver, mostra evolução do ser humano como pessoa e como profissional! Um viva e mais uma salva de palmas para o RD Summit 2017 que foi sensacional!

Gostou desse resumo RD Summit 2017 e quer saber mais? Entre em contato com a gente 🙂

cta-solicite-orcamento