Você certamente já ouviu falar em segmentação. Mas o que é e como funciona dentro do Inbound Marketing? Muitas vezes me deparo com objeções para usar o Inbound Marketing em divulgação de serviços personalizados e mais elitizados.

O maior motivo que ouço é que fazer uma estratégia de divulgação para esse tipo de serviço não vale a pena, pois o boca-a-boca já é suficiente ou que, por uma interpretação equivocada do Inbound, a divulgação será para todos e não só para o público em questão.

Por isso resolvi criar esse post para tirar todas as dúvidas das estratégias de Inbound Marketing, que são personalizáveis e, principalmente, segmentadas! E é exatamente por isso que o Inbound existe.

De onde veio o Inbound Marketing?

Pense você: como começa o seu processo de compra hoje? Qual o principal canal que você usa pra buscar produtos e serviços? A resposta geralmente é a internet. Todo o processo de compra, começa e praticamente termina com a internet. Então, hoje em dia, quem fica de fora desse meio, fica de fora do olho do consumidor!

O Inbound Marketing é um marketing digital de crescimento com alguns conceitos e uma metodologia diferente do marketing tradicional: ele segmenta os públicos e não anuncia para a “massa”, para todo mundo. Além de possuir métricas e ser totalmente digital. É dito como o marketing que traz RESULTADOS!

A principal estratégia do Inbound é a segmentação de público!

Mas afinal, o que é segmentação de público?

Segmentação é quando dividimos o público-alvo em determinados grupos, com características e desafios semelhantes. Essa segmentação é feita para que a comunicação seja feita de forma mais assertiva e menos invasiva para cada pessoa. É o que chamamos, no Inbound Marketing, de Buyer Personas.

No processo de segmentação devem ser levadas em consideração características que determinam o processo de compra de cada persona (grupo de possíveis consumidores, divididos, com as mesmas características). Essas características podem ser: comportamento, classe social, interesses, dores, desafios diários, profissão, etc.

E qual a diferença da segmentação para nicho de mercado?

Nichos de mercado são segmentações menores, mais personalizadas, pois são pouco ou nada explorados e precisam de uma atenção especial. Podem ser tratados com exclusividade.

De uma certa forma, quando segmentamos o público-alvo e criamos as personas, já estamos criando também um nicho. Porém, alguns nichos são mais seletos e precisam ser tratados de uma forma diferente.

E aí entra a questão: será que devo divulgar meu serviço, já que ele é tão diferenciado e para um público bem seleto? A resposta é: claro que sim! A divulgação é tão importante para esse público como para qualquer outro.

A diferença está na forma como você vai falar com ele e qual estratégia irá utilizar.

Mas por que e como usar o Inbound Marketing com nichos?

A principal estratégia do Inbound Marketing, como já falamos aqui, é a segmentação de público. O planejamento digital começa com o desenho de personas e a descrição das características delas: o que elas precisam? Qual o principal desafio? Ela está no topo do funil, no meio ou já está pronta para comprar? Quanto ela está disposta a te ouvir?

Depois começamos com qual o tom de voz que você irá usar, posicionamento, canais de comunicação, relacionamento. Você tem onde “guardar” seus clientes? Uma base de contatos deles para se relacionar? Tem uma comunicação frequente com eles? Sabe se eles estão gostando do seu serviço? Se eles têm alguma sugestão pra te dar? Onde você guarda todas essas informações e como você utiliza elas?

Por essas e muitas outras perguntas que você DEVE investir em Inbound Marketing para produtos e serviços de nicho.

O Inbound Marketing vai criar sua estratégia, seus meios de comunicação, vai ficar de olho na frequência dessa comunicação, vai manter seus clientes envolvidos com a sua marca e você envolvido com eles. Vai atrair e fidelizar seu público-alvo de uma forma muito discreta e inteligente. O “boca-a-boca” será muito maior e mais eficiente.

Como? O Inbound trabalha com o marketing de conteúdo, disponibilizando conteúdos inteligentes e de relevância para seu público, chamando a atenção, fazendo com eles gostem de você e se atraiam pelo que você está oferecendo a eles. Além de diversas outras técnicas, como e-mail marketing, blog, redes sociais, landing pages, ferramentas de CRM, etc.

Mas meu público é muito seleto, então não precisa divulgar.

Ainda nessa? Fica não! Desenvolva sua marca, tenha contatos frequentes com seus clientes, saiba o que eles estão fazendo, onde estão. Comunique-se! Segmentadamente e com estratégia.

cta-bate-papo-marketing-digital-min